NÃO PERCA!

    Homem discreto

    By on 5 de novembro de 2014

    Olá Sandra,

    Quero ler uma opinião sua.

    Tenho um amigo há mais de vinte anos, sempre nos tratamos como amigos mesmo, nunca nos sentimos atraídos um pelo outro, sempre fomos muito amigos. Ele é um homem viúvo, está sozinho em minha cidade para não contrariar as filhas (É uma longa história), bonito, elegante, Escritor, Professor, Pró Reitor da Universidade aqui, tem Doutorado, em fim, um homem totalmente resolvido. As mulheres em minha cidade são loucas por ele, mas ele é sério e segundo ele não fica com nenhuma mulher aqui.

    Bom, eu sou formada em Direito, boa aparência, sensual, inteligente e sei que chamo atenção de muitos homens em determinado lugar que estou. Sou casada, mas não amo meu marido, já pedi a separação e ele fica me enrolando. Como no momento estou desempregada e dependo dele financeiramente, vou levando. Um belo dia, eu e esse meu amigo conversando, eu contei a ele a minha intenção de separar e ele me ouviu atentamente, não teceu muitos comentários, cavalheiro como ele é.

    Mais tarde, conversando inbox no facebook, do nada nossa conversa começou a ficar apimentada e ele me cantou, senti uma coisa tão gostosa que correspondi. Mas ele me impôs a condição que nossa saída não significaria continuidade e como eu também não tinha a intenção, concordei.

    Conclusão: Marcamos um encontro para dias depois e ficamos juntos, foi perfeito! Química, tudo, tudo mesmo. Nesse dia ele me confidenciou que tem um caso com uma mulher há 10 anos fora de nossa cidade, que ela é casada e que não vai se separar, na hora, a impressão que eu tive é que ele era louco com ela. Só que ele me chamou de novo para sairmos, fomos, foi ótimo de novo, eu senti que ele adorou ficar comigo, ele disse que nosso Karma combinava.

    Nessa noite, ele me confidenciou de novo que não ficava com ninguém da minha cidade, que eu era a única e que não namorava ninguém lá porque tinha um pacto com uma das filhas, então não faria isso (Acordo feito quando a esposa dele faleceu). A partir daí passamos a nos falar todo dia pelo whatsapp, frases cursas, alguns posts, algumas bobagens, mas ele sempre muito discreto.

    Quando nos falamos pessoalmente, me elogia o tempo todo, porém aconteceu o que eu não queria. Acho que estou apaixonada por ele. Estamos nos vendo sempre, vou sempre no escritório dele na Universidade, ele está me ajudando montar uma Palestra, mas sempre acaba rolando, nos beijamos, trocamos carícias, mas não passa disso, ele não me chamou para sairmos de novo, já se passaram 1 mês e nada de um outro encontro. Não demonstro nada, nem toco no assunto. Mas o que você acha? O que eu deveria fazer? Sinto mais do que nunca que quero ele pra mim.

    Quando estamos juntos, o mundo parece que para, a gente se diverte muito, muito riso e os olhos dele até brilha. O que faço pra ter esse homem pra mim? O que faço para conquistá-lo de vez? Vou separar do meu marido e é ele que quero. Você pode me ajudar?

    Desde já agradeço. Beijos, Zenaide.

    Zenaide,

    Olha, a mulher que acha que um homem discreto, que tem pacto com filha, fica sozinho, é bobagem. Homem não fica sozinho muito tempo não. É que uns são mais discretos que outros. Tem gente que apronta e apronta, mas ninguém nunca fica sabendo.

    Vou ser bastante honesta: acho bem improvável que ele assuma um compromisso com você ou com qualquer outra mulher, porque não vejo nas atitudes dele um homem que queira ter uma companheira. Ele quer aproveitar a vida de forma a não atrapalhar o relacionamento dele com as filhas nem com a universidade. Ou seja, ele quer algo bem discreto, mas que o deixe feliz.

    Isso você pode proporcionar a ele. Mas não se iluda que, ao se separar do seu marido, ele vá assumir algo contigo, porque isso ele não vai.

    Acho que o jeito é você fazer uma escolha: ou se diverte e curte todo esse tesão que vocês tem juntos ou desiste e vai em busca de uma outra pessoa, que queira algo sério. Você é que deve se perguntar isso e ver o que realmente quer daqui para frente: ser feliz sem compromisso ou esperar uma outra pessoa especial.

    Um abraço,

    Sandra Coelho

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *